Trombose venosa: Como posso evitar ?

A trombose venosa é uma dos maiores temores do paciente vascular.

Geralmente seu aparecimento está ligado a pacientes:

– Com história de cirurgias recentes.

– Pacientes com varizes de grosso calibre.

– Possuem algum tipo de neoplasia.

– Gestantes.

– Idosos.

– Pacientes acamados.

– Pacientes em uso de reposição hormonal.

– Viagens longas acima de 8 horas.

– Hospitalização recente.

O maior risco da trombose venosa é quando está se localiza em uma veia profunda, e seu trombo pode se deslocar para o pulmão ocasionado a embolia pulmonar, tornando o quadro clínico em algo mais grave.

Se você possuem varizes grossas e calibrosas, a chance de trombose nessas veias superficiais é alta. Esse tipo de trombose não é tão grave quanto a descrita anterior, mas você deve evitar. A resseccao cirúrgica dessa veia e/ou o uso de meias compressivas podem te proteger deste risco.

Viagens longas de carro ou de avião, acima de 8 horas também são um fator de risco para trombose. Por isso sempre a cada 2 horas se levante e mexa bastante a panturrilha. O uso de meia compressivas nessas viagens além de te proteger, te da um conforto maior ao chegar no seu destino, evitando inchaços nos tornozelos.

Caso você seja um paciente jovem sem nenhum fator de risco mencionado e que passou por uma trombose venosa,  consulte um hematologista para  investigar e descartar doenças do sangue como trombofilia.

Consulte sempre seu cirurgião vascular.

Dra Paula Casals

Cirurgia Vascular
CRM164079

www.drapaulacasals.com